Dia de Campo 20/12


07 de janeiro, 2019
por Guilherme

saf, manejo, dia de campo

No dia 20/12/2018 foi realizado na Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna-SP, mais um Dia de Campo para implantação de uma linha de SAF e manejo durante a manhã. Durante o período da tarde aconteceu uma palestra com a presença de Denise Bittencourt Amador e Rodrigo Junqueira, do Mutirão Florestal da Fazenda São Luiz, para os participantes.

Para receber os participantes do evento, ocorreu um café da manhã comunitário em que cada membro levava um prato para ser compartilhado entre os presentes. Com as baterias carregadas, começou a explicação sobre as atividades que seriam exercidas, como a implantação de uma linha de SAF, que tinha como foco estudar o desenvolvimento do eucalipto e do mutambo para produção de biomassa e poda do sistema. Para isso foram realizados três ensaios com oito mudas de eucalipto e mutambo cada, além de oito mutambos em semente. O mutambo foi plantando de um metro em um metro.

Ocorreu também o manejo de bananeira, em que uma equipa foi retirar mudas de bananeira pela sua touceira, e suas mudas sendo plantadas a quatro metros uma da outra, com a função da produção de frutas e biomassa. Também foram plantadas mangas a cada doze metros e entre elas plantou-se limão Taiti e limão cravo a cada três metros, tendo a linha no total de onze metros. Para saber com exatidão a localização dos berços foi realizado estaqueamento e adubação. As laterais da linha foram passadas com tratorito e plantadas com adubação verde e mandioca, no lado leste da linha sendo utilizadas crotalaria spectabilis e feijão de porco, enquanto no lado oeste foram utilizadas milho, feijão de porco, mandioca e crotalaria juncea.

Após o almoço, foram realizadas as palestras com a Ma Denise Bittencourt Amador e Rodrigo Junqueira. A palestra com Rodrigo Junqueira tratou da questão dos microbiomas existentes no solo, que são muito mais complexos que pensamos, com diversas interações entre a planta e microorganismos existentes. Tratou da questão da rizosfera (área entre a raiz e o solo) e como atualmente as plantas não possuem diversos mecanismos adaptativos, como resistência a estresse hídrico, pois todo o que necessitam é entregue, através de fertilizantes e irrigação,por exemplo. Mostrou a diferença nos componentes adaptativos entre uma linhagem utilizada comumente e uma linhagem crioula e as modificações que foram exercidas.