A Rede de Agroecologia do Leste Paulista (RALP) é uma articulação entre pessoas e entidades engajadas na construção e no fortalecimento da Agroecologia. Desde o final dos anos 1980, agricultores familiares em conjunto com diferentes atores sociais e instituições atuantes na região de Campinas/SP contribuem para a construção de sistemas agrícolas mais integrados, baseados nos princípios da Agroecologia, na perspectiva de viabilizar produção agrícola com biodiversidade, equilíbrio ambiental, rentabilidade, justiça social, autonomia e manejo sustentável.

A partir dos anos 2000 esse coletivo passa a ser chamado Rede de Agroecologia do Leste Paulista, com a apresentação e aprovação de projetos que fornecem recursos para apoiar atividades contínuas de geração e intercâmbio de conhecimentos com enfoque em experiências relacionadas à Agroecologia.



Projetos atuais:

Ecoforte II:

O Projeto Ecoforte II, financiado pela Fundação Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Acordo BNDES – 15.02.0773.1/2015 – Convênio n° 17.272 – SP04) visa o fortalecimento dos processos de transição agroecológica e sistemas orgânicos de produção. Na região do Leste Paulista o projeto aprovado possibilita a continuidade das ações do Projeto Ecoforte I, fortalecendo os Sistemas Participativos de Garantia – SPGs no âmbito da Rede de Agroecologia Leste Paulista, por meio de ações de estruturação de 34 Unidades de Referência relacionadas à produção orgânica e de base agroecológica em sua base territorial e a qualificação dos agricultores envolvidos nos procedimentos gerenciais, documentais e técnicos relacionados ao SPG.

 

AgroecoLP:

O projeto “Prospecção de demandas e intercâmbio de conhecimentos para a transição agroecológica da agricultura familiar no território Leste Paulista”, realizado com recursos da Embrapa e gestão compartilhada por parceiros interinstitucionais, tem por propósito promover o intercâmbio de conhecimentos em Agroecologia, a partir de dias de campo em Unidades de Referência Tecnológica, de modo a promover processos coletivos de fortalecimento da transição agroecológica e de desenvolvimento rural sustentável do Leste Paulista. Com base em demandas prospectadas e sistematizadas, obtidas a partir do diagnóstico e da caracterização dos principais sistemas agrários do Leste Paulista (especialmente relacionados à Agricultura Familiar), almeja a construção e a implementação participativa de metodologias e tecnologias que resultem no redesenho e no manejo sustentável dos agroecossistemas desse território, de acordo com os preceitos da Agroecologia.

Participantes da Rede:

Representação de coletivos de agricultores/as

ANC

AMESAMPA

Associação Verde Vivo

Cio da Terra

Cooperacra

Cooperativa Entre Serras e Águas

Coopasul

Associações dos Assentamentos Rurais de Araras, Mogi Mirim e Sumaré

Representação de Instituições de Extensão Rural

Amater

CDRS

Fundação ITESP

Representação de Instituições de Pesquisa

APTA – Polo Regional Leste Paulista

IAC

Embrapa Meio Ambiente

Embrapa Territorial

Representações de Instituições de Ensino Superior

Rede de Agroecologia da Unicamp

Laboratório de Educação e Política Ambientla – Oca – ESALQ/USP

Coletivo Pés Vermelhos (UFSCar – Araras)